Brasil · Rio de Janeiro

Jardim do Nêgo – Circuito Terê-Fri

No passeio pela Terê-Fri, onde visitamos o Apiário Amigos da Terra, conhecemos também o Jardim do Nêgo.

Nêgo é o apelido de Geraldo Simplício, um artesão da cidadezinha de Aurora, no Ceará – terra de minha amiga Ruthinha – que mora há anos em Nova Friburgo e criou um sítio com grandes esculturas feitas no barro das encostas.

Jardim do Nêgo
Não tivemos o prazer de encontrá-lo… Mas olha que cara boa tem esse seu Geraldo…

E quando falo em grandes esculturas é porque o adjetivo é esse mesmo: o trabalho dele é muito grande! E legal demais. Há esculturas retratando a vida de retirantes, onde ele chegou a pôr costelas que ficam à mostra – retrato da fome – de forma muito real.

IMG_3925

O presépio é de um tamanho incrível! Para ter uma ideia, pensem que eu meço 1,78m de altura… 2017-07-13-PHOTO-00005082

Em 2011, Nova Friburgo e regiões nas cercanias foram atingidas por chuvas que deixaram destruição no lugar. O Jardim do Nêgo também sofreu com as chuvas, e algumas esculturas foram destruídas, inclusive uma que sempre aparece nas buscas do Google: uma índia tendo bebê…

Essas são fotos que estão lá no Museu do jardim, e mostram a escultura que infelizmente foi destruída. Olhem a magnitude!

Também a tartaruga abaixo foi alvo da enxurrada, mas ele “refez” a obra e ela ficou conforme a segunda foto, também do Museu:

IMG_3980

O que restou – ou foi feito após esse período é interessante e merece a visita!

Se você for passear pela região da Terê-Fri, inclua o Jardim do Nêgo no seu roteiro. Um artesão tão criativo merece ser prestigiado! Eu achei o trabalho estonteante!

A entrada para visitação custa R$ 15,00, e crianças entram de graça. Chequem horários de visita pelo telefone  (21) 99955-4710. Mas, a princípio, o sítio abre todos os dias das 8 às 17h. 

 

 

Um comentário em “Jardim do Nêgo – Circuito Terê-Fri

Deixe uma resposta