Disney

Ainda sobre o carrinho para gêmeos no cruzeiro

Um dos últimos posts que fiz foi sobre levar carrinhos de gêmeos no cruzeiro da Disney. A Karla fez essa pergunta nos comentários do post sobre fish extender… Antes de ter resposta oficial da Disney, fiz um apanhado de considerações nesse post aqui.

Fotos diversas de carrinhos duplos
Fonte: busca no Google Images pelo termo “double stroller”

Mas entrei em contato com a Disney Cruise Line, deixei recadinho e semana passada recebi um retorno de uma equipe da DCL aqui no Brasil! Amo muito tudo isso!

E o que disseram: não me passaram a medida dos corredores / elevadores. Mas me informaram que a porta da cabine mede 22 polegadas. Convertida aqui, essa medida chega a aproximadamente 55,8 centímetros. Por aí, já é possível ver que o carrinho para entrar e sair da cabine certamente vai ter que ser fechado – não tenho uma medida aqui de um carrinho duplo, mas imagino que seja grande. Quanto ao elevador, ele é feito para comportar a passagem de uma cadeira de rodas, então, é mais largo que a porta da cabine, de acordo com as informações que recebi.

Outra coisa: enquanto as cabines são limpas, os camareiros usam um carrinho pelos corredores… Então, é mais um momento em que o carrinho duplo pode ser um inconveniente… Como passar enquanto é feita a limpeza diária? Talvez, somente com ele fechado…

Qual a sugestão deles, em caso de se levar o carrinho duplo: sair com ele fechado e mantê-lo assim até chegar em áreas comuns que comportem ou até o estacionamento de carrinhos que há no midship.

A Karla deve estar tomando sua decisão, mas eu continuo achando que não deve ser a melhor escolha. E aceito comentários de quem foi e levou, para enriquecer nossa discussão.

De qualquer modo, como ponderei no outro post, é importante lembrar que o carrinho duplo pode não ser o mais prático em vários momentos da viagem, não só nos corredores do cruzeiro. Para entrar no navio, há raio-x. Há raio-x também no aeroporto. Se for fazer algum passeio nas paradas do cruzeiro, é importante saber se o carrinho é um item possível de ser levado…

Eu continuo votando em dois carrinhos guarda-chuva, mas cada um sabe de si, de sua necessidade e de sua possibilidade. Lembrando também do momento de imigração, onde um carrinho pode ser bem útil no aeroporto, caso a criança esteja dormindo ou muito cansadinha depois de encarar diversos voos!

O nosso sempre vai conosco – mesmo que às vezes a pequena resolva ir caminhando ao lado dele… Mas não deixamos de levar!

Aceito comentários, viu, pessoal! Quem foi com carrinho duplo: como foi a experiência? Iria de novo?

No próximo cruzeiro, como vou estar mais experiente na arte de “blogar”, vou atentar para algumas medidas e informações de ordem prática! Prometo!

Deixe uma resposta