Disney · EUA

Halloween do Mickey – Um relato especial

A Mariana é uma amor e se preocupa com meus leitores! Quando comecei a escrever o post sobre as festas especiais de Halloween e Natal, pedi a ela para me dizer o que achou do Halloween, pois sabia que ela tinha ido em 2015. Ela simplesmente fez um relato maravilhoso da experiência dela na Mickey’s Not-So-Scary Halloween Party de 2015, e eu vou reproduzir na íntegra, pois como disse a ela, está irretocável!

Mari, super obrigada em meu nome e dos que vão ler e tomar decisões sobre a festa para 2016!!!!!!

 

*******************************
Então você visitará Orlando em setembro e/ou outubro e está se perguntando se vale a pena ir à Mickey’s Not-So-Scary Halloween Party (MNSSHP). A resposta é: depende (grande ajuda!) 
Antes de qualquer coisa, é importante saber que a festa é exatamente o que diz o nome: Not So Scary (Não Tão Amedrontadora). Se a sua ideia de diversão de Halloween é levar 545 sustos em ambientes macabros ao ser atacado por mortos-vivos, maníacos homicidas e outras coisas correlatas, você deve parar de ler este texto e pensar em ir à Halloween Horror Nights na Universal Studios (e estar preparado, pois, ao que consta, eles são bons no assunto). Se, por outro lado, você curte a vibe “diversão apropriada para toda a família” com a atenção a detalhes e o toque especial Disney, então a MNSSHP é o seu tipo de evento. 
Minha irmã e eu fomos à festa em 2015 e constatamos que, como tudo na vida, teve seu lado bom e seu lado ruim. Se você me perguntar, vou dizer que valeu a pena e queexceto nas datas que costumam ser absurdamente cheias, eu definitivamente voltaria. Mas eu amo a Disney, adoro Halloween e adoro me fantasiar. Desta forma, listo abaixo mais detalhes para que você avalie. 
Cast member da Haunted Mansion no clima
Os fatos: 
– fomos à festa no dia 27 de outubro de 2015, uma terça-feira;  
– pagamos USD 78,81 cada, incluindo imposto americano. 
 
A parte boa: 
– pra mim, o melhor de tudo foi o ambiente. Adorei estar no Magic Kingdom de noite, com tudo decorado para o Halloween e todo mundo fantasiado. Eu não sei explicar direito, mas eu senti um “quê” no ar diferente do normal; 
– consideramos que as atrações especiais de Halloween que experimentamos foram muito boas. Inclusive, a Mickey’s Boo-to-You Halloween Parade é, de todas as paradas Disney que já assisti, a minha preferida; 
– apesar de a festa ter início às 19h, o ingresso dá acesso ao parque a partir das 16h. Não existe FastPass+ durante a festa, mas, com o ingresso do Halloween, você consegue fazer reservas de FastPass+ para este período pré-festa (16h-19h). Só aí já dá pra agendar FastPasses pra três atrações, sem ter que gastar um dos dias do seu ingresso normal; 
– se você gosta de trick-or-treating (dizer “doce ou travessura” para ganhar doces), não ficará desapontado. Vários pontos de coleta sã o espalhados pelo parque, os doces são, na maior parte, de marcas conhecidas, e, se você quiser, poderá sair de lá com quantidade suficiente para abrir sua própria loja (caso pense em pegar muitos doces, o melhor é levar a sua própria sacola, pois as que eles dão no parque são pequenas). 
 
A parte ruim: 
– de acordo com previsões do site touringplans.com, o dia 27/10 seria o 10º menos cheio de um total de 25 festas em 2015. Só tenho uma coisa a dizer: se esta previsão tiver se concretizado, não quero imaginar como foram os 5 dias mais cheios; 
– infelizmente, choveu. Claro que isto não é culpa da Disney, mas é bom saber que, se chover, as atividades especiais de Halloween poderão ser afetadas ou, em casos extremos, canceladas (não tivemos o Headless Horseman antes da parada, por exemplo, e vários personagens tiveram longos atrasos nas aparições iniciais). A chuva foi fraca, mas, como persistiu ao longo da noite toda, causou estes transtornos, e acabou por impactar o custo/benefício do evento; 
– se o seu objetivo for conhecer e tirar fotos de alguns personagens mais raramente vistos (por exemplo: os Sete Anões todos juntos, Malévola, Capitão Jack Sparrow, Jack Skellington e Sally de “O estranho mundo de Jack), prepare-se para esperar bastante. E eu quero dizer bastaaaaante. O pessoal já estava fazendo fila pros sete anões às 17h30, sendo que eles só iam aparecer às 19h, quando a festa começou. Uma conta rápida mostra que, se você realmente quiser conhecer todos estes personagens, não vai fazer mais nada na festa; 
Se você está gostando da ideia de ir, seguem algumas observações que minha irmã e eu fizemos: 
– para evitar decepções desnecessárias, é muito importante ter em mente que, sob nenhuma hipótese, você vai conseguir ver tudo que a festa oferece. Isso não necessariamente é algo ruim, só significa que tem mais coisas do que é humanamente possível ver/fazer em cinco horas e que você deverá identificar quais atividades são de sua preferência;  
– exatamente porque a festa é curta, esta não é a ocasião para visitar as atrações regulares do parque, portanto esqueça que elas existem. A única exceção, claro, é a Haunted Mansion, que é parada obrigatória. A maquiagem e vestimenta dos cast members ganharam um “tcham” a mais para a festa, e nós tiramos fotos com os fantasmas (o efeito fica legal), que estavam incluídas no nosso Memory Maker (pacote de fotos Disney); 
Foto do Memory Maker
– das atrações especiais, as que eu considero imperdíveis são: Mickey’s Boo-to-You Halloween Parade, Celebrate the Magic – Halloween edition, Happy HalloWishes Fireworks e um ou dois trick-or-treating spots (pontos de coleta de doces), afinal não seria Halloween sem doces
– as outras atrações ofertadas em 2015 foram: festas dançantes de Halloween com personagens, show de Halloween Hocus Pocus Villain Spelltacular (baseado no filme Abracadabra, lançado em 1993) e oportunidades de fotos com personagens de fantasias de Halloween e vários vilões. Nós não fomos a nenhuma das festas dançantes, mas, ao que parece, as crianças pequenas gostam bastante.  O show Hocus Pocus foi bem legal, até porque eu me lembro de gostar do filme quando mais nova, então eu recomendaria, mas não diria que é imprescindível. Nós tínhamos grandes planos de tirar fotos com vários personagens/vilões, mas não tivemos paciência pras filas, então acabamos só com a Rainha de Copas mesmo; 
– 27/10, além de ser a data em que fomos à festa, foi o único dia para o qual conseguimos uma reserva para almoçar no Be our Guest, portanto já estávamos no parque desde meio-dia. Isto significa que levamos uma mochila com as nossas fantasias e, quando deu a hora, nos arrumamos por lá mesmo. Eu não recomendo este curso de ação. É cansativo e você acaba gastando o ingresso da festa E um dia do seu ingresso normal pra visitar um mesmo parque (mas eu realmente queria ir ao Be our Guest). A meu ver, a manhã do dia da festa é uma excelente oportunidade para aproveitar o hotel, dar uma volta no Boardwalk, jogar uma rodada de mini-golfe ou fazer umas compras em Disney Springs
 
– finalmente, falemos sobre fantasias:  
* eu definitivamente aconselho você a usar uma, acho que não teria me divertido metade do que me diverti se tivesse vestida normalmente.  Tenha em mente que você não precisa estar fantasiado(a) de alguma coisa, pode simplesmente colocar umas roupas diferentes, um chapéu, uma maquiagem…; 
* pense com calma sobre a sua escolha do que usar. Você vai ficar com calor? Com frio? Vai conseguir sentar no chão pra ver a parada? É muito desconfortável? Alguma coisa vai obstruir a visão dos outros nos shows? Alguma parte da sua fantasia vai ficar batendo nas pessoas quando você tiver andando pelo parque? Se necessário, use sua fantasia em casa por um tempo pra ver como se sente. Assim você evita cometer o mesmo erro que eu, que usei um sapato novo (coisa que jamais teria sonhado em fazer num dia normal no parque) e mal conseguia andar no final da noite. 
 
Espero que todos se divirtam!!!
*******************************
 
Perfeito, não?
Bom, além disso, vale reforçar que há regras para as fantasias, especialmente para maiores de 14 anos… Vejam aqui no site oficial da festa e Boo to you!!!!

Deixe uma resposta