Disney · EUA

Economia de tempo na fila – com criança e sem criança

Bom, tem gente – como eu – que leva criança pequena para os parques! Afinal, as atrações agradam a todas as idades – algumas inclusive são direcionadas para os mais velhos. Melhor dizendo, para os mais altos: há atrações que é preciso pelo menos 1,20 m mais ou menos para poder ir…

Quem leva criança de até quatro, cinco anos talvez tenha a restrição da altura e / ou a da maturidade: às vezes a criança até pode ir pelos quesitos físicos, mas não “deve” ir pela maturidade… Certo?

E o que fazer??? Quer ir a uma montanha-russa mas a criança não pode? Não conseguiu agendar o Fast Pass +? A solução para os adultos com criança é o chamado “baby swap” ou “riders switch” – ou, numa tradução bem livre, um “local para troca”.

É assim: os adultos vão para a fila da atração juntos, com a criança; ao chegar no ponto de embarque há uma área de espera em que um fica com a criança e o outro vai à atração. Ao final do brinquedo, quem foi volta e troca de lugar com quem estava vigiando a criança.

Nessa última viagem também teve uma modalidade diferente: ao perguntarmos na Space Mountain sobre o riders switch, a cast member nos deu um fast pass em papel, para voltar e entrar sem fila!

Nos parques da Disney, as atrações que oferecem o riders switch estão listadas abaixo:

Fonte e informações adicionais: aqui

No site da Universal não localizei uma lista, mas eles dizem que todas as atrações possuem áreas para que o grupo aguarde a parte que está aproveitando a atração:

“Sit out then swap. If your kids are too small or unwilling to go on a particular ride you want to experience, please take advantage of our “child swap” program. Each ride and attraction has a child swap area where one member of your party can wait with the little ones while the rest of your party rides. Once they are off the ride, swap places and whoever rode can stay with the kids while the adult(s) who sat out get the opportunity to enjoy the ride”.
Fonte aqui.

Achei no site TouringPlans uma lista dos brinquedos da Universal Florida aqui e da Ilha da Aventura aqui.

Além das áreas de troca, quem vai com crianças aos parques da Disney deve aproveitar para utilizar o Fast Pass! Como a janela de utilização é mais ou menos uma hora, sempre dá para ir mais de uma pessoa nesse tempo. Mas, se quiser garantir que não vai ter problema, marque o Fast Pass em horários diferentes (eu particularmente acho essa opção pior, pois vai requerer ida e volta aos brinquedos no parque – e o tempo é sempre precioso)!

E a última dica para quem vai com crianças e quer revezar o cuidado com o pequeno ou para quem simplesmente tem pressa: a fila de “single rider”. Essa fila existe em diversas atrações, e como o nome diz, é para ir sozinho. Você pode até entrar junto com alguém na fila, mas não há garantia de que irão juntos. Até já aconteceu comigo, mas a ideia é que você vá naquele carrinho em que sobrou um lugar… Funciona, é legal e já usei bastante com o maridão, até mesmo quando fomos só nós dois! Ganhar tempo em fila do parque é super importante!

Atente só para a configuração do brinquedo: fomos na fila de single rider da Rip, Ride, Rock it na Universal e demorou pra caramba! O carrinho é configurado de dois em dois, e os grupos acabavam ocupando os lugares sem sobrar muito espaço para o “sozinho”.
Dessa vez, na Rock ‘n’ Roaller Coaster, a cast member ia chamando de vez em quando o pessoal da fila do single rider, exatamente porque o carrinho também é de dois em dois, e a fila estava quase a mesma demora da normal.  Em atrações como a Torre do Terror, que o carro tem diversos lugares, funciona super bem!!!

Ganhe o máximo de tempo para explorar as atrações! Sempre pergunte pela área de troca e pela fila de single rider e multiplique seu tempo nos parques! Tempo em dólar tem que render!

 

6 comentários em “Economia de tempo na fila – com criança e sem criança

Deixe uma resposta